Aprenda a fazer a análise de cenários

Postado em 20 de junho de 2022 | por
na categoria Dicas
tags ,
com 0 e 0
Análise de cenários é ferramenta do planejamento estratégico

Análise de cenários é ferramenta do planejamento estratégico

O mundo está em constante transformação. Isso não seria diferente no universo dos negócios. E se tudo muda ao redor do seu negócio, você precisa acompanhar e se adaptar. Afinal, quando você tem informações detalhadas e atualizadas da situação que te cerca, fica mais fácil se destacar no mercado e se precaver em relação aos possíveis problemas. A análise de cenários tem essa perspectiva e se caracteriza por ser uma importante ferramenta de gestão, pois integra o planejamento estratégico

Quando você trabalha com a análise de cenários na gestão de sua empresa, você consegue se antecipar a determinadas situações. Assim, consegue, simultaneamente, tomar decisões estratégicas tomando como base essas situações futuras.

Nesse momento você pode estar se perguntando: mas por que eu preciso pensar num futuro que nem sei se vai acontecer? Porque o que separa o sucesso do fracasso é uma linha muito tênue, quando você conduz os negócios sem análises e sem planejamento. Uma decisão mal tomada pode causar prejuízos irreversíveis. Portanto, conseguir se antecipar ao que está por vir nos negócios é uma importante carta na manga.

Mas aí você se pergunta: será que preciso prever o futuro a partir de agora? Não, a intenção não é essa. A proposta da análise de cenários é apenas que você consiga vislumbrar possíveis situações capazes de afetar o seu negócio. 

Vantagens da análise de cenários

Não importa se você é uma empresa de pequeno ou grande porte. Se você pretende crescer ou, ao menos, manter-se estável no mercado, a ferramenta é importante em sua gestão. Por meio da análise de cenários, você consegue tomar decisões mais objetivas. Ademais, direciona melhor as suas ações, a partir do momento em que você toma ciência das possíveis variáveis.

Além disso, a análise de cenários permite aumentar a sua competitividade no mercado, pois possibilita o ajuste das estratégias adotadas pela empresa em tempo hábil diante de qualquer situação de risco. Ou seja, você consegue elevar as chances de sua empresa se dar bem no mercado a aproveitar as oportunidades que surgirem. E sabe por quê? Porque você estará preparado para elas. Então, para enumerar algumas vantagens, temos:

  • Conquistar vantagem competitiva;
  • Ter uma visão clara dos cenários que você pode enfrentar;
  • Mais assertividade nas decisões;
  • Possibilidade de mudar as estratégias com agilidade e direcionamento;
  • Conhecer melhor os ambientes internos e externos;
  • Se antecipar nas decisões, diante das mudanças de cenários.

Onde se aplica a ferramenta?

A sua empresa está sujeita a impactos vindos de diversas frentes. Dessa forma, podem ocorrer mudanças, por exemplo, no contexto econômico, político, sociocultural, tecnológico e legal. Neste último caso, já pensou se a legislação que rege o seu setor sofrer grandes modificações? Ou seja, você precisa acompanhar o que acontece nos bastidores para não ser pego desprevenido, não é mesmo?

Até aqui, citamos apenas alguns fatores externos. No entanto, a análise de cenários também é aplicável internamente. Por exemplo, você pode fazer a análise de cenários em relação ao seu orçamento, para planejar custos e investimentos. Ou ainda, aplicar a ferramenta na parte operacional, para saber como lidar com uma equipe de colaboradores mais enxuta ou com uma liderança em formato diferente. 

Análise de cenários: se antecipe ao mercado

Análise de cenários: se antecipe ao mercado

Ferramentas importantes para a análise dos cenários

A análise de cenários requer o manejo de ferramentas de gestão. Então traremos aqui as principais ferramentas para que você faça uma análise de cenários completa.

Análise SWOT

A análise SWOT  auxilia a análise de cenários. Inclusive, falamos em detalhes sobre a análise SWOT em um artigo específico sobre o tema, que você pode ler clicando nesse link. Mas, para te dar uma introdução ao assunto, de forma resumida, essa ferramenta te ajuda a identificar as forças, fraquezas, ameaças e oportunidades relacionadas ao seu negócio. Para você aprender tudo sobre a ferramenta, inclusive como utilizá-la na prática, corre lá em nosso artigo depois de terminar de ler esse texto. 

Análise PESTEL

Complementar à análise SWOT e muito importante para a análise de cenários, a análise PESTEL oferece dados para facilitar ainda mais a identificação das ameaças e oportunidades. Ou seja, ela tem relação com aspectos externos ao ambiente organizacional, a partir do estudo de fatores macroambientais. A sigla representa seis aspectos que podem interferir na gestão empresarial que devem ser avaliados:

  • Política: a forma como a política é conduzida, casos de corrupção no segmento de atuação da empresa; instabilidade interna; problemas nas relações internacionais;
  • Economia: desvalorização da nossa moeda, elevação da taxa de juros, aumento do índice de desemprego;
  • Sociedade e cultura: mudanças de hábitos culturais, alteração no nível educacional da população; aumento da longevidade;
  • Tecnologia: lançamento de softwares, novos formatos e meios de comunicação; melhorias na velocidade da internet;
  • Ecologia: poluição, desmatamento, mudanças climáticas, prejuízos causados pelas chuvas;
  • Leis:  mudanças na legislação em vigor; novas convenções coletivas de trabalho; atuação dos sindicatos;

Análise setorial 

Também já foi assunto por aqui, então você pode clicar aqui para compreender em detalhes essa ferramenta. A análise setorial contribui justamente para a compreensão do contexto geral e completo do seu segmento de atuação

Como fazer a análise de cenários na prática

Agora que você já tem conhecimento de ferramentas importantes, vamos às dicas e ao passo a passo para você colocar em prática a sua análise de cenários. 

1 – Identifique qual problema você quer resolver ou qual decisão você pensa em tomar a partir da análise de cenários;

2 – Faça uma avaliação do que você pode implementar hoje para resolver o problema ou tomar a decisão;

3 – Estude cuidadosamente o seu segmento, com a análise setorial;

4 – Estude o seu mercado e o seu posicionamento, com a análise SWOT;

5 – Faça a análise PESTEL, para considerar os fatores macroambientes capazes de causar impactos em sua empresa;

6 – Análise a sua trajetória empresarial, para identificar quais os principais erros e acertos;

7 – Considere fazer pesquisas junto ao mercado, a fim de levantar dados e conhecer possíveis soluções para o seu problema;

x

Comments

Comments are closed.