Marketing Digital em um só Lugar: Criação de Sites, Inbound Marketing, Redes Sociais, Google Adwords, Google Street View e muito mais.
Gerenciamento de redes sociais é fundamental para as empresas na era digital/Imagem: Duna Design

Gerenciamento de redes sociais é fundamental para as empresas na era digital/Imagem: Duna Design

Certamente você já ouviu falar em gerenciamento de redes sociais. Ocorre que, ao contrário do que muita gente pensa, esse serviço envolve diversas etapas e planejamento, ao invés de, simplesmente, “fazer publicações”.

Embora criar um perfil nas mídias sociais seja uma tarefa considerada fácil, muitas empresas acreditam que conseguirão obter sucesso dali em diante deixando de contar com uma estratégia definida e bem executada. Contudo, com o passar do tempo e sem obter os resultados esperados, é que acabam percebendo o engano. É justamente aí que entra o gerenciamento de redes sociais.

Aqui na Abrasivo Digital, o gerenciamento de redes sociais foi promovido, nos últimos anos, ao posto de um de nossos principais serviços, uma vez que abrange clientes de diversos setores: clínicas de saúde, escritórios de arquitetura, lojas de roupas, imobiliárias, entre outros.

Todos sentem a necessidade de se comunicar melhor com os consumidores que utilizam a internet e, consequentemente, aumentar sua presença em nível digital e ampliar as vendas.  

Neste artigo, vamos compartilhar com você tudo o que é necessário para um gerenciamento de redes sociais adequado e eficaz:

Gerenciamento de redes sociais – o que é e como fazer

O gerenciamento de redes sociais pode ser definido como o conjunto de estratégias capaz de garantir um bom planejamento multicanal, com o objetivo de encontrar o equilíbrio entre atendimento ao cliente, criação de conteúdo e análise de resultados dentro dos canais sociais da sua empresa ou organização.

Um gerenciamento de redes sociais adequado é composto pelas seguintes etapas:

  • Definição da estratégia e do posicionamento de marca;
  • Planejamento de publicações;
  • Execução;
  • Monitoramento e levantamento dos resultados.

Mas quem desenvolve o gerenciamento de redes sociais? Para que todas essas etapas sejam executadas, é preciso que uma equipe (ou mesmo só uma pessoa) fique responsável pelas mídias de sua empresa ou organização, a fim de que haja um foco específico para essa atividade.

Na Abrasivo Digital, esse trabalho é realizado por um time de especialistas (jornalistas, designers, atendimento, comercial, analista de tráfego) em gerenciamento de redes sociais, que dá toda a assistência necessária aos canais das empresas – o que possibilita aos gestores mais tempo para cuidar de seus respectivos negócios.

Leia também: 4 aspectos a serem considerados ao escolher as mídias sociais para a sua empresa

Definição de personas é crucial para você conhecer os seus públicos

Definição de personas

A definição de personas é muito importante para o gerenciamento de redes sociais. Mais do que isso: elas são fundamentais para te ajudar a conhecer melhor o seu público/clientes/consumidores, o que também facilita o direcionamento do trabalho voltado a essas mídias.

Primeiramente, precisamos explicar o que são as personas. As personas são representações semifictícias dos seus clientes. Todavia, estamos falando de personagens criados por meio de dados reais do seu público (faixa etária, gênero, preferências etc.). Em síntese, expressam as diferentes necessidades, motivações e comportamentos dos seus consumidores.

E quantas personas você deve usar? Não há um número exato. Depende bastante das características do seu público. Uma dica: não aconselhamos utilizar apenas uma persona, assim como ter várias também não é algo positivo, pois o trabalho de gerenciamento de redes sociais estará concentrado nelas. Logo, elas precisam sintetizar quem são, de fato, seus clientes. Nesse sentido é importante criar, pelo menos, duas personas.

A lógica é a seguinte: considerando que os seus públicos possuem diferenças relevantes, logo, as suas personas precisam refletir isso. Um exemplo: aqui na Abrasivo Digital nós já atendemos uma loja de vestidos que tinha dois clientes em potencial: mulheres de 24 a 40 anos, de classe A, e outras mais jovens, de 14 a 17 anos (classes A/B). Criamos, portanto, duas personas com estas (e outras) características específicas.

6 dados fundamentais para criar sua persona:

  • Histórico: questões básicas, como gênero, ocupação;
  • Dados demográficos: idade, classe social, local onde vive;
  • Identificadores: o que a sua empresa pode oferecer-lhe, o que precisa;
  • Objetivo: varia de acordo com o cliente;
  • Desafios: as possíveis dificuldades para atingir o objetivo;
  • Como podemos ajudar?

Segmentação de público-alvo

Um dos erros mais frequentes quando o assunto é o gerenciamento de redes sociais é deixar de oferecer, corretamente, a segmentação de marketing mais adequada. E por que dizemos isso? Porque é fundamental olhar para cada público, identificar o que cada um deles deseja (e como se comporta), para só então traçar estratégias específicas e assertivas voltadas a eles.

É por meio da segmentação que você conseguirá conquistar a atenção e o tempo de suas personas. Sabe aqueles convites que as redes sociais fazem constantemente para investir em anúncios nas redes sociais (tipo: “promova essa publicação”)? Então, se não houver a segmentação correta para os públicos, você estará apenas desperdiçando dinheiro.

Veja algumas dicas importantes para otimizar sua segmentação de público no gerenciamento de redes sociais:

  • Conheça bem o seu público: somente com o estudo aprofundado sobre as características do público é que você terá informações suficientes para fazer a segmentação. Em redes sociais como o Facebook e o Instagram será bem mais fácil, já que os dados ficam armazenados na plataforma. Ao entender com quem você está falando, a comunicação será muito mais proveitosa;
  • Utilize a geolocalização: os moradores de determinada região podem ter demandas diferentes de outras. Para evitar mostrar seus anúncios e publicações para públicos que não se interessarão pelo que você tem a oferecer, personalizar a geolocalização é o tipo de segmentação ideal. Desse modo, você volta seus esforços e sua energia para o que realmente tende a funcionar;
  • Crie conteúdos específicos: você concorda que o que pode ser muito atrativo para um determinado segmento pode ser desinteressante para outro? Pois essa é daí que vem a importância da segmentação de público no marketing digital. É que os conteúdos segmentados objetivam as ‘dores’ de cada uma das bases para gerar valor e converter. Por isso que conhecer bem sua audiência é crucial. Com base nisso, o direcionamento do conteúdo e das campanhas passa a alcançar um desempenho muito mais efetivo;
  • Multiplique potenciais leads: procure desenhar o perfil do seu target de forma assertiva e, a partir daí, busque impactar a maior quantidade possível de pessoas que estejam inseridas nele. É possível identificar uma lista de consumidores da marca e possíveis leads que já visitaram o seu site, fazendo com que o Instagram e o Facebook encontrem novos usuários com perfil semelhante ao que existe em sua lista original. Assim, a chance de sua comunicação ganhar aderência cresce, consideravelmente;
  • Identifique um diferencial e destaque-o: em um mercado tão competitivo é muito importante ter um diferencial para se destacar da multidão. Nesse sentido, o trabalho nas redes sociais pode ser uma das frentes em que a sua empresa ou organização se diferenciará das demais. Levando-se em conta o fato de que a segmentação de marketing exige um olhar sensível para identificar qual público receberá determinados conteúdos e anúncios, o melhor caminho para ter um planejamento de marketing digital mais eficaz é contar com o auxílio de uma agência especializada, como a Abrasivo Digital.

Algumas boas práticas são muito importantes para um bom gerenciamento de redes sociais

Gerenciamento de redes sociais: boas práticas

Algumas boas práticas são muito importantes para um bom gerenciamento de redes sociais. Nessa área, qualidade vale muito mais do que quantidade. Updates em excesso, por exemplo, fazem você virar um chato ou chata digital, o que pode levar o seu público a deixar de te seguir. Sua preocupação deve ser outra: produzir conteúdo relevante para a sua audiência. Que tal utilizar um calendário editorial de publicações?

Procure garantir que cada post e update publicados estejam alinhados com a sua estratégia geral, a fim de te auxiliar a alcançar o objetivo proposto. Nesse sentido, aconselhamos também que você aplique sua marca, uniformemente, em suas diferentes redes sociais. Isso impacta na percepção que a sua audiência tem sobre a sua marca – e ela deve inspirar consistência.

Responder e auxiliar seu público, sempre que possível, também é fundamental. Mantenha canais de comunicação abertos e dedique atenção a eles. É importante conversar com as pessoas da maneira mais humanizada possível, porque elas realmente valorizam quando têm seus anseios e necessidades ouvidos e respeitados. Essa medida construirá uma relação de confiança e lealdade entre você e sua audiência.

Observe que as estratégias de marketing digital demandam comprometimento e costumam apresentar resultados em médio e longo prazos – a exceção é os anúncios pagos. Por este motivo, tenha determinação acerca da execução de sua estratégia. Conquistar seguidores com potencial de virarem clientes requer tempo.

Aumentando seguidores

Aumentar o número de seguidores em suas redes sociais é importante, porque, logicamente, quanto maior for o seu público, o conteúdo produzido acaba sendo entregue a mais pessoas.

Claro que quantidade nem sempre implica em engajamento e conversões, e que muitas métricas não passam de mera vaidade. Se a sua empresa tiver 500 seguidores, dos quais 300 costumem fechar negócio com você, o resultado será melhor do que acumular 5 mil fãs e nenhum deles sequer interagir com a sua marca, concorda?

De qualquer forma, é possível unir o útil ao agradável, ou seja, aumentar sua base de seguidores nas redes sociais e, ao mesmo tempo, converter parte dessa audiência em leads. Algumas dicas interessantes são:

  • Conheça bem suas personas;
  • Compartilhe conteúdo relevante;
  • Invista em produções audiovisuais (GIFs, vídeos e carrosséis);
  • Crie chamadas cativantes e com apelo emocional;
  • Tenha um calendário de publicações;
  • Converse com o seu público;
  • Otimize seu blog e seus anúncios;
  • Identifique os dias e horários mais propícios para as postagens.

Monitorar e maximizar os resultados de sua estratégia é de suma importância /Imagem: Negociar Marketing

Principais ferramentas de agendamento

Você sabe qual é a diferença entre um bom profissional de conteúdo e um ótimo profissional? Para Joe Pulizzi, um dos maiores especialistas do mundo em marketing de conteúdo, a distinção está em uma “estratégia documentada”. Daí a importância das ferramentas de agendamento para o seu gerenciamento de redes sociais.

Para auxiliar você a monitorar e maximizar os resultados de sua estratégia, listamos algumas das principais ferramentas de agendamento:

  • mLabs

Finalidade: gerenciamento de redes sociais.
É pago? Sim, mas oferece um plano gratuito.

A mLabs é uma plataforma de gerenciamento de redes sociais que agenda conteúdo para diversas redes (inclusive Instagram e Instagram Stories), além de também comparar o desempenho com a concorrência; acompanha o resultado da performance de suas páginas; gera relatórios com seu logotipo; gerencia inbox do Facebook e direct do Instagram. Além disso, ainda possui uma funcionalidade exclusiva, o “workflow”, que controla todo o fluxo de criação e aprovação dos posts com os clientes.

  • Hootsuite

Finalidade: reunir em um só lugar todas suas redes sociais.
É pago? A ferramenta é paga, mas oferece um período de teste gratuito. Compensa pagar, pois o Hootsuite é muito útil.

Esta ferramenta é para ajudar você a monitorar e acompanhar todas as suas redes sociais ao mesmo tempo. No Hootsuite você consegue agendar posts para diferentes redes sociais ao mesmo tempo, responder comentários ou mensagens diretas, encurtar URLs e acompanhar resultados, tudo em um mesmo painel.

  • Quintly

Finalidade: benchmarking para redes sociais
É pago? Oferece uma opção paga e uma opção gratuita, que aceita até três perfis para análise.

A Quintly é uma ferramenta de análise de redes sociais. Ela permite que você monitore, faça benchmarks com seus concorrentes e otimize sua performance.

  • Etus Social

Finalidade: gerenciamento de redes sociais
É pago? Sim, mas oferece um teste grátis de uma semana.

Através da Etus você pode administrar e agendar publicações no Instagram, Facebook, Linkedin, Twitter, Youtube e diversas outras redes sociais com apenas um clique. A Etus é uma ferramenta profissional que disponibiliza a automação de processos de agendamento de publicações para redes sociais contribuindo para que empresas e agências ampliem seus resultados dentro das redes sociais.

  • Buffer

Finalidade: agendamento e postagem
É pago? É paga, mas oferece um free trial.

Ele permite que você agende o dia o horário de qualquer postagem no Twitter, Facebook e Linkedin. Você pode modificar o conteúdo quando desejar. A ferramenta faz o resto do trabalho por você, simplificando (e muito!) o processo de postagem de conteúdo.

Gerando relatórios

Mensurar o desempenho de suas postagens e anúncios nas redes sociais é algo muito importante para a sua estratégia de gerenciamento. As maiores plataformas de mídia social hoje oferecem seus próprios relatórios de social media analytics gratuitamente – nesse sentido, o Facebook ainda costuma oferecer os dados mais abrangentes.

Contudo, também há plataformas especializadas em gerenciamento de redes sociais, e muitas vezes elas prestam um trabalho bem relevante. Ao integrar aquelas que se adequam melhor aos seus objetivos atuais para os seus canais de mídia é possível extrair muitas informações estratégicas.

Principais ferramentas para gerar relatórios

Uma das principais dessas ferramentas é a RD Station Marketing, que além de agendar posts no Facebook, Twitter e LinkedIn também acompanha relatórios de resultados. Por meio dela é possível fazer um monitoramento mais preciso das conversões, já que há uma integração entre o link e as Landing Pages.

Outra ferramenta relevante é a Reportei, que gera um relatório capaz de unir redes sociais e Analytics dentro de um template. No relatório, há um espaço para escrever uma análise do que foi visto e em seguida ele pode ser enviado ao cliente via PDF ou link.

O Scup Social também merece destaque, uma vez que permite às empresas conhecerem o mercado em que atuam, o público e os concorrentes. Ela permite gerenciar e analisar redes sociais diversas, como Facebook, Twitter, LinkedIn, Flickr, dentre outras. Você traça uma estratégia e a solução faz o monitoramento.

Por sua vez, a DashGoo ajuda você a criar poderosos relatórios para Google Ads (AdWords)Google AnalyticsFacebookInstagram e Instagram. Usando o simples editor WYISWYG, você pode editar e personalizar seus relatórios, integrar todos os dados e ainda criar templates deles para poder usá-los depois.

Mas quais dados os relatórios de redes sociais devem entregar? Depende muito de cada uma de suas redes sociais. Em linhas gerais, os principais fatores são: Likes e Seguidores, Alcance e Impressões; Engajamento de Posts; Menções e Usos de Hashtags de sua Marca; Principais Peças de Conteúdo; Influenciadores e Defensores da Marca. 

Mais de 2,4 bilhões de pessoas usam o Facebook mensalmente/Imagem: O Condado

Facebook Ads

O Facebook Ads é um sistema de mídia paga que oferece muitas possibilidades de formatos e segmentações para empresas anunciarem dentro da rede social. Ele é importante para o desenvolvimento do seu negócio porque, em média, o algoritmo do Facebook entrega apenas entre 1% e 5% das suas postagens aos seus seguidores de forma orgânica.

A plataforma de anúncios do Facebook oferece diferentes formatos e objetivos de negócios para quem anuncia, desde curtidas na página, geração de leads até confirmação de presença em eventos.

Ao anunciar no Facebook Ads, você evita problemas como a dificuldade e demora na geração de tráfego apenas com ações orgânicas, como SEO e redes sociais; o desafio em encontrar o público certo na internet; e a jornada de compra muito lenta na percepção de muitas empresas.

Entre as principais vantagens de anunciar no Facebook Ads estão:

  • Encontrar pessoas facilmente: você pode escolher seu público baseado em dados demográficos, comportamentos ou informações de contato;
  • Prender a atenção da audiência: os formatos de anúncio são atraentes, flexíveis e funcionam em todos os dispositivos e velocidades de conexão;
  • Analisar resultados: as ferramentas de relatório de anúncios mostram a você como seus anúncios afetaram seu negócio em relatórios visuais e fáceis de ler.

Você sabia?

Mais de 2,4 bilhões de pessoas usam o Facebook mensalmente. Cada usuário passa, em média, 1h15 por dia no Facebook. Ao todo, 94% dos anunciantes em mídias sociais investem em Facebook Ads.

De qualquer forma, somente investir em Facebook Ads não basta. Esse investimento precisa vir acompanhado de uma boa estratégia de gerenciamento de redes sociais, sem a qual você poderá estar, somente, desperdiçando recursos sem obter o resultado esperado.

Você gostou deste artigo? Ficou interessado(a) em fazer o gerenciamento de redes sociais da sua empresa e/ou organização? Entre em contato com a Abrasivo Digital, uma das 50 melhores agências do Brasil (https://www.abrasivodigital.com.br/2020/12/abrasivo-digital-melhores-agencias-brasil/). Nosso time de especialistas tem a expertise e as melhores soluções para que o seu negócio – independentemente do porte -, possa se desenvolver na internet: https://www.abrasivodigital.com.br/contato/

Telefone: (71) 3011-9695

x

Comments

Comments are closed.

Fale Conosco pelo WhatsApp