SEO: O que é e como implementar as técnicas no seu site
Marketing Digital em um só Lugar: Criação de Sites, Inbound Marketing, Redes Sociais, Google Adwords, Google Street View e muito mais.

SEO: O que é e como implementar as técnicas no seu site

Postado em 9 de março de 2020 | por
na categoria Criação de sites, Marketing
tags , , , , , ,
com 0 e 0

SEO – Site – Imagem: LPH Soluções



Você já percebeu que, hoje em dia, com o advento das novas tecnologias e o boom do marketing digital, os consumidores recorrem cada vez mais aos sites de busca – principalmente o Google – quando precisam de produtos e serviços? Logicamente, os sites de empresas que aparecem nas primeiras páginas, saem na frente da concorrência. É aí que entra o SEO (Search Engine Optimization). Já ouviu falar em SEO? Vamos conhecê-lo a partir de agora.


O que é SEO?


O SEO é a otimização para os mecanismos de busca. Trata-se de um conjunto de técnicas usadas para quem usa buscadores na internet (Google e Bing, por exemplo). Através dele é possível chegar até o seu site de maneira orgânica, ou seja, sem o uso de mídias pagas, desde que haja um conteúdo atrativo e de relevância. Contudo, isso não anula a importância do impulsionamento financeiro das publicações.


Primeiramente, é fundamental que a sua organização valorize o seu website. É inegável a influência que as redes sociais exercem, atualmente, para os negócios, todavia, elas não lhe pertencem. O que aconteceria, por exemplo, se houvesse um grande investimento há cerca de dez anos no Orkut? Certamente, o que tinha tudo para ser uma grande ideia poderia resultar em um prejuízo imenso. Por isso, nossa recomendação é: valorize seu site! Ele é o seu maior ativo na internet e permanecerá com você enquanto sua empresa estiver ativa.


Dito isso, é importante destacar que investir em SEO é um trabalho de médio para longo prazo. Uma vez bem feito, acaba trazendo resultados excelentes para os negócios. Mas como implementar o SEO? Ter um site com conteúdo relevante e contar com um ótimo trabalho de SEO são atributos indispensáveis. Infelizmente, ainda tem muita empresa com serviços e produtos de muita qualidade, mas que desconhece esses dois fatores.

SEO – Site



Como implementar o SEO?


Por desconsiderar esses fatores, tais empresas não aparecem nas primeiras posições do Google, o que compromete sua visibilidade na internet e, consequentemente, as vendas. Por outro lado, um SEO bem desenvolvido, aliado ao investimento adequado, possibilita que empresas pequenas e grandes disputem, juntas, o mesmo mercado na internet.


Aqui no blog da Abrasivo Digital nós já demonstramos a importância de aplicar o SEO em seu site. Sabia que em quanto mais buscas você estiver nas primeiras páginas, maior será sua autoridade na área em que atua? Afinal, as pessoas procuram soluções de problemas, dicas úteis e dados relevantes. Partindo desse princípio, se nesses casos as buscas foram referentes a temas que sua empresa atua, o que acontecerá? A marca que ela verá como referência de mercado certamente será a sua.


Mas alguns cuidados precisam ser adotados. Pensar que basta apenas produzir conteúdo é um erro muito recorrente. Para que seu site esteja à frente da concorrência, é preciso estar alinhado a técnicas de ranqueamento. Como resolver a questão? Investindo em SEO.


Estar nas primeiras páginas dos buscadores renderá, inevitavelmente, mais visitas. Ao otimizar o seu site, a navegação ficará mais fácil e seu conteúdo poderá ser ainda mais atraente. O aumento no volume de buscas estimula novas conversões em seu site. Logo, com mais Leads para se relacionar, aumenta consideravelmente a chance de obter novos clientes.


Lembre-se: um site desatualizado e sem uso de técnicas de SEO não vai gerar acessos recorrentes. Com isso, perderá a relevância ao longo do tempo, reduzindo o potencial para gerar negócios.


Melhore seus anúncios


Foco nos resultados de SEO é crucial para quem deseja investir em Google ADS e deixar suas campanhas ainda melhores.


O Google ADS mensura a posição do seu anúncio através do Quality Score. É ele que faz a estimativa (junto com o lance dado) de qual posição ficará seu anúncio no leilão. O Quality Score é dividido em CTR (click-through rate ou taxa de clique), a relevância das palavras-chave e a qualidade da página que será acessada. É nesse último quesito que entra o SEO.


Otimizar a página para o usuário (entre outros fatores) inclui:


– Conteúdo original;

– Dados relevantes;

– Outras informações que as mais diversas técnicas de SEO podem ajudar a fazer da navegação a melhor experiência possível.


Ter a página otimizada pode fazer com que seu lance tenha um custo menor do que o esperado. Quando isso ocorre, esse é mais um mérito do seu SEO!

SEO – Palavras-Chave – Imagem: Host Papa



Importância das palavras-chave


Para que a sua estratégia de SEO tenha sucesso, é muito importante que você consiga encontrar os temos mais buscados pelo seu público-alvo. Para que isso seja possível, dois pontos são fundamentais: conhecer profundamente as personas do seu negócio e realizar uma pesquisa de palavras-chave a fim de encontrar as melhores oportunidades para o seu segmento.


Uma vez que você conhece o perfil do seu cliente ideal, a missão de prever o seu comportamento de busca e identificar quais são seus principais problemas torna-se mais simples e claro, concorda?


Principais tipos de palavras-chave


As head tail keywords são as palavras-chave que têm o maior volume de buscas mensal para um determinado nicho. Quer um exemplo? “Marketing”, com mais de 70 mil buscas mensais nos motores de busca. Apesar do grande volume, qual é o grande problema dessa palavra-chave? Resposta: a concorrência. Isso ocorre porque estamos falando de milhares de conteúdos, sites e todo o material possível ranqueando para apenas uma palavra-chave, que é extremamente abrangente.


Para exemplificar, entre as inúmeras variações da palavra “marketing”, temos:

  • Marketing pessoal;
  • Marketing digital;
  • Marketing empresarial;
  • Marketing tradicional.

Entre muitas outras.


Já as palavras-chave de cauda longa, também conhecidas como long tail keywords, são muito mais específicas e simples de ranquear.


As principais características desse tipo de palavra-chave são:

  • Menor volume de tráfego, mas extremamente qualificado;
  • Conteúdos mais direcionados a um determinado ponto específico;
  • Conteúdos melhores para esclarecer dúvidas do usuário rapidamente.

Alguns exemplos de palavras-chave de cauda longa: “marketing digital em Salvador”, “marketing inbound para imobiliárias”, “marketing de conteúdo para escritórios de advocacia”, entre muitos outros. Simples de perceber a diferença, não é mesmo? Com uma busca mais segmentada, as chances de encontrar o que realmente se está procurando aumentam, consideravelmente.


URLs amigáveis


Talvez você não saiba, mas as URLs (endereços dos sites) são um fator direto de ranqueamento. O Google também identifica o uso das palavras-chave no endereço da sua página. Além disso, quanto mais amigável ela for, mais fácil para os leitores clicarem e serem direcionados para a sua página.


Quanto menos elementos além da palavra-chave houver na sua URL, melhor. É importante evitar o uso de números em listas, por exemplo.


O que você deve evitar:

  • URLs que não fazem nenhum sentido para o leitor;
  • Números nas URLs;
  • URLs enormes;
  • Caracteres indevidos (pontos, letras maiúsculas, etc.);
  • Abusar de subdomínios (ex.: seusite.com / blog / conteudos / Marketing).

O que sugerimos que você faça:

  • Incluir a palavra-chave;
  • Ter no máximo um subdomínio;
  • Ser curta e facilmente interpretável;
  • Conter hifens para separar as palavras (o Google não lê espaços);
  • Ser relacionada ao título do post.

Ferramentas de SEO


Há inúmeras ferramentas (gratuitas ou pagas) para auxiliar na implementação do SEO. Elas são importantes para a busca, identificação e análise de termos que possam representar boas oportunidades para o tema que escolhemos. Vamos conhecer um pouco mais de quatro dessas principais ferramentas: SEMrush; Keyword Tool; Keyword Planner (planejador de palavras-chave do Google ADS); e Yoast SEO.

SEO – Semrush



SEMrush: Embora seja uma ferramenta paga, a SEMrush dá um limite gratuito de cinco consultas diárias de palavras-chave ou sites. Além de entregar uma análise completa de palavras-chave, variações e termos relacionados, a ferramenta também fornece uma opção que possibilita dar aquela espiadinha na concorrência, o que é sempre bom e recomendado. As principais informações que você pode buscar ao acessá-la são: termos com alto volume de buscas e se a concorrência é aceitável.


Keyword Tool: A Keyword Tool é muito usada para encontrar variações de uma determinada palavra-chave. Atualmente, é uma das melhores ferramentas para a tarefa. Depois de inserir o termo cujas variações você deseja receber na tela principal do site, basta selecionar o motor de busca que pretende analisar, bem como o idioma da pesquisa. O Keyword Tool realiza uma pesquisa minuciosa por todas as variáveis que tenham um volume de busca significativo e que incluam long tails. A versão gratuita fornece análises superficiais, que não incluem os valores do volume de busca. Já o plano pago da ferramenta conta com todas as informações na página principal da busca.


Keyword Planner: Ao utilizar a ferramenta do Google ADS, você pode encontrar não apenas ideias de palavras-chave, mas também o volume de buscas mensal de cada uma das variações disponíveis. Ao clicar na primeira das opções, a procura por novas palavras-chave utilizando uma frase, você preencherá uma série de campos que, após serem analisados, auxiliarão a ferramenta a encontrar as palavras-chave que fazem sentido para seu negócio.


Importante: quanto maior for o número de informações e campos preenchidos, mais exata será a análise dos dados.

SEO – Yoast



Yoast SEO: O Yoast é o plugin ideal para tornar o blog amigável aos motores de busca, independentemente se o seu objetivo for otimizar o blog pessoal, ranquear bem o de sua empresa ou melhorar os resultados de um cliente. Disponível através da plataforma WordPress, a ferramenta realiza uma avaliação prévia do seu conteúdo, sugerindo melhorias em áreas como título do post, criação da URL, utilização de palavras-chave, entre outras. Logo abaixo da palavra-chave que você inseriu no texto, o Yoast aponta os respectivos erros de SEO da página. A maioria deles é autoexplicativo. A cor (verde, laranja, vermelho ou cinza) apresenta a gravidade do equívoco.


Imagens otimizadas para SEO


O Google não enxerga as imagens da mesma forma que o usuário. É que o buscador precisa de elementos textuais para entender do que se trata aquela imagem e apresentá-la como resultado em alguma busca. O que isso significa? Ao colocar uma imagem em seu blog ou site, atente para dois fatores específicos:

  • Nome do arquivo: deve ser a palavra-chave que você escolheu separada por hifens (uma vez que o Google não lê espaços). Evite salvar imagens com nomes genéricos como “9483727.jpg”;
  • Texto alternativo (alt text): o alt text é o principal fator para uma imagem. Muitos especialistas em marketing digital defendem que o alt text deva ser uma descrição literal da imagem (pensando nos leitores de tela e nas descrições no Google e imagens quebradas). Outros afirmam que o ideal é que o alt text seja a sua palavra-chave.

Qual é o ideal, nesse caso? Recomendamos seguir as duas opções. Faça uma descrição da imagem utilizando a palavra-chave.


Tamanho da imagem


Muita gente costuma perguntar se o tamanho das imagens influencia na busca do Google. Saiba que imagens muito pesadas podem comprometer o carregamento da sua página, e o tempo de carregamento é outro fator importante para o Google.





Mídias sociais



O engajamento e as menções nas mídias sociais (Facebook, Instagram, Twitter, Linkedin, Pinterest, etc.) também influenciarão os rankings do seu site. O Google leva em consideração se as pessoas têm se engajado com o seu conteúdo.


Caso o engajamento esteja rendendo bons frutos, você ganhará autoridade e o Google verá que o seu post agrada aos usuários. Como ele sempre quer dar a melhor experiência para eles, o seu conteúdo poderá ser mais bem posicionado.


Tenha paciência


Otimizar um site e ver seu crescimento exige paciência, algo em torno de três a seis meses. Todavia, aos poucos os resultados vão se acumulando e os ganhos são recompensadores.


Investir em SEO é um ponto fundamental para se conseguir resultados em médio e longo prazo. Para isso, ele precisa ser trabalhado de forma constante, sem descuidar das novidades nessa área da tecnologia da informação.

 

x

Comments

Comments are closed.

Fale Conosco pelo WhatsApp